Communard

Políticas, economias e ideologias

Serra, presidente dos Estados Unidos do Brasil

with one comment

Não irá aranhar a imagem de “consistente” na Folha o fato de o candidato-eterno ter se surpreendido com a mudança da denominação oficial do país em que mora, realizada a mais de quatro décadas. Facilitaria muito o álibe de “lapso” se o Serra não regiasse supresso perguntando “mudou?”. Serra não lera nem mesmo a primeira página da Constituição? “O Consistente”, que jamais poderia humildemente admitir um lapso histórico de apenas 45 anos, nos ofereceu a cereja do bolo afirmando que “República Federativa do Brasil” e “Estados Unidos do Brasil”: “é parecido, Federação, tá certo?”. Seguindo a mesma lógica e ainda mais plausível, os estados de RS e RN “é parecido, Rio Grande, tá certo?”.

Por declarações muito menos embaraçosas, muitos republicanos notórios foram dizimados nas prévias de seu partido nos EUA. Mas mesmo tendo os donatários das capitanias midiáticas amores explícitos com a direita americana, o Rick Perry daqui permanecerá, para estes e a sua claque de mercenários jornalistas, uma potência intelectual orgasmática, o denominado “competente”.

Não subestimem esse “lapso”, Freud já nos ensinou os dotes científicos do “ato falho”. Ele desmascara, para quem ainda não percebera, a servilidade colonizada frente a inveja ao falo norte-americano, esse arqui-complexo vira-latiano, tanto quanto no anacronismo udenista bem demonstrado na última campanha eleitoral.

Lembra o mítido soldado japonês Hiroo Ononda, que lutou na Segunda Guerra durante 29 anos sem saber de que a guerra havia acabado. Do mesmo modo “o competente” luta como se ainda vivêssemos no auge da Guerra Fria dominada por Lacerdas e outras vigarices udenistas.

Muito em breve a Folha formulará a versão hagiográfica do “lapso”. O roteiro é o mesmo: esconder a sujeira de seus candidatos, sujar os candidatos adversários para desviar a atenção. Bem típico a um lapso histórico ainda mais longo: o fascismo. Cuidado Boris Casoy para não terminar “acusado” de petismo, mesmo depois de prestar de prestar serviço a causa udenista acusando o Lula de ter assassinado telepaticamente a dona da Daslu. Fato que lhe rendeu a “exclusiva” com o “Consistente”.

P.s.: às família Frias, Marinhos e Civitas. Seria pedir demais que o pupilo de vossas senhorias aprenda ao menos o nome oficial do país em que ele pretende um dia presidir?

Anúncios

Written by ocommunard

2 de março de 2012 às 17:32

Publicado em Sem categoria

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. SERRA DE NOVO NÃO!

    Na ânsia pelo poder
    José Serra é capaz de
    Fazer peripécias mil
    Inclusive rebatizar
    O País que sonha governar
    Como Estados Unidos do Brasil.

    Quem sabe assim ele agrade
    Os americanos compadres
    Que querem o nosso quintal
    Para extrair livremente
    O petróleo que abundantemente
    Existe na camada pré-sal.

    Talvez deseje ser prefeito
    Para ver se dá um jeito
    Na repercussão indesejada
    Do livro cheio de provas
    Acerca das nefastas manobras
    Pelo PSDB praticadas.

    Mais uma vez com determinação
    Ele promete para a população
    Que se eleito irá até o fim
    Talvez ele engane o povo
    Mas por eu não ser bobo
    Não deixarei que engane a mim.

    Eduardo de Paula Barreto -SP.

    Eduardo de Paula Barreto

    13 de março de 2012 at 15:54


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: