Communard

Políticas, economias e ideologias

Um doutor Pacheco na Folha…

leave a comment »

João Pereira Coutinho é um tipo curioso de neocon português plantado na Folha, com seu pastoso enviesamento conservador lembrando aquele arquétipo de “doutor pacheco” . Vladimir Safatle havia respondido a um ataque gratuito deste ‘gajo’ no artigo entitulado “chamar de muro um muro”, o Pacheco ficou fora de si.

O doutor JPC, profundamente incomodado com a réplica, inicia sua cantoria pedante deturpando nada menos do que Sócrates afirmando que teria afirmado que  “a ignorância é a base de qualquer conhecimento válido”. Quem conhece minimamente o pensamento deste filósofo, sabe que este apenas ironizava os pachecos de sua época por ao imaginarem saber o que não sabem, ignoravam a própria ignorância. Há uma passagem explícita sobre isso em Apologia de Sócrates de Platão. O doutor Pacheco da Folha não se deteve em chamar um muro de outro nome, mas deturpou Sócrates, transformou auto-conhecimento em ignorância conhecedora e ignorando a maiêutica refez sua mais audaz auto-crítica.

Somente um doutor Pacheco poderia se ofender com alguém por ter dito que “um muro é um muro” e em meio a tal aura de santidade considerar gentil definir seu interlocutor como ignorante, desonesto e grosseiro. Mas o que alega o doutor para afirmar que o muro não é um muro, apesar desse não-muro ser conhecido como  “muro de Cisjordânia”? Para ele 5% de cimento não caracteriza a obra um “muro”, a dosagem de cercas elétricas que realizam a mesma tarefa de separação física militarizada a canonizam, segundo o doutor, a condição de “barreira de segurança”.

Não sei se para o doutor é uma questão ideológica ou etmológica. Para ele “muro” lembra “Muro de Berlim”, que lembra comunismo, assim alcançamos o calo político do neocon. Quem lê o seu texto pomposo tem uma impressão de Deja Vu (Tea Party? Direita americana?)  que em toda a história os palestinos sabotaram o próprio Estado contra os esforços generosos dos governos israelenses. Enfiar um estado no meio de uma região habitada é um ato generoso para ele, e tão pouco a ele incomoda que Israel seja o único Estado moderno com uma” religião oficial”, um apartheid religioso a céu aberto contra os palestinos que moram em Israel.

Ele alega triunfante por todas as iniciativas em favor das fronteiras de 1967 guiadas por israelense até um certo tempo, mas não se incomoda que hoje os maiores adversários dessas fronteiras sejam os que a defenderam sempre. Seu aparente conhecimento enciclopédico não  consegue lembrar o recente embargo israelense-americano do reconhecimento formal pelo Conselho de Segurança da ONU do Estado palestino  e o que dizer do corte da verba pelos EUA à Unesco depois desta reconhecer o Estado palestino?

Mas algo ficou no vazio, Vladimir fala expressamente em assentamentos ilegais, a isso doutor Pacheco também esqueceu, ignorou ou simplesmente se rendeu mudamente.

Quando ele atinge o discurso estético, afirmando que as palavras de Safatle eram “adolescentes”  encontra enfim a sua distopia, a dolência intelectual de um mundo de Merkel. Aquele acetismo intelectual que lembra muito os nazistas ao apelidarem ‘cientificamente’ todas a brutalidade contra os judeus, e hoje, quem no mundo está mais próximos desses judeus do que os palestinos?

Terminarei esse artigo na pátria do filósofo que o doutor começou o “artigo” dele, hoje a Grécia é esmagada pelos olhos frios de um mundo aonde a opressão e a exploração são mascarados ideologicamente como austeridade fiscal ou barreira de segurança. Quando não houver mais o que arrancar dos gregos, ou quando a austeridade da UE a asfixiar  em um nível crônico ou quando a dívida cancerígena norte-americana não encontrar mais um chinês disposto a financiá-la, o que nos falarão esses Pachecos?

Anúncios

Written by ocommunard

15 de fevereiro de 2012 às 22:30

Publicado em Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: