Communard

Políticas, economias e ideologias

Primárias Republicanas e os seus 4 cavaleiros do apocalipse

leave a comment »

É realmente impressionante assistir o debate dos republicanos, o fiz assistindo os dois ultimos debates da Flórida e um da Carolina do Sul. É inacreditável o volume de clichês, preconceitos, proselitismos e esteriótipos ideológicos em cada um. Não adianta muito perseguir seriamente os argumentos, tudo é retórica, pose e ‘efeito’.

Antes de mais nada é bom lembrar que há três colunas ideológicas do conservadorismo americano: a exaltação ufanista do neoliberalismo (estado mínimo, menos impostos, menos gastos públicos, etc), imperialismo (militarismo, hostilização, supremacia) e moralismo (família, religião, etc). Em geral são valores excludentes, mas como o que vale é o efeito ‘emocional’, as contradições não são muito questionadas. Um debate republicano é uma disputa de bravatas em defesa do proselitismo ufano-capitalista dos republicanos.

Temos o Rick Santorum, auto-intitulado “o contraste”, sua principal meta é convencer que Romney e Gingrich não são muito diferentes de Obama, portanto, não fariam um contra-ponto forte de cunho conservador. Seja pela semelhança entre o ‘socialista’ sistema de saúde do Obamacare e o Romneycare, seja convencendo que muitas leis contrárias a um “menor governo” foi votada ou defendida pela liderança de Gingrich em sua presidência na câmara. Ele faz um tipo comedido, familiar e moralista que se inflama apenas para apelar ao sentimento imperialista contra os argumentos anti-belicistas de Ron Paul, que faz questão também de demonstrar “o contraste”. No mais demonstra uma certa “fragilidade” e amadorismo.

Temos o Mitt Romney, o “conservador moderado”, defende em dosagem tecnocrática todos os clichês republicanos. Tem um ar tecnocrático que não empolga os setores mais radicais dos Republicanos, muitas vezes acusado de frio, mas seu tipo “cinematográfico” e suas tiradas defensivas o mantém com grande popularidade. Mitt Romney encarna o herói da mitologia conservadora, o capitalista bem sucedido, seu trunfo é lembrar que só ele pode realizar um governo conservador, pois ele veio da “economia real”.

Newt Gingrich é o rei da retórica, empalado de incoerências, ele transforma todos os ataques em contra-ataques fulminantes, algumas vezes não consegue tal feito. Entre todos é o único que exala firmeza, convicção, experiência. Seus cabelos brancos o tornam a pesonalização do conservadorismo. Geralmente apela para o discurso de supremacia, superioridade imperial, focado em grandes obras, que entram em contradição com o discurso minarquista conservador. Com sua imagem como uma espécie de Churchil e forte retórica, consegue no geral desviar de suas incoerências e inconsistências biográficas.

Por fim temos o Ron Paul, que leva um discurso ultra-capitalista. Ele é o único que desvenda, expõe e critica a contradição entre o ultra-imperialismo e o ultra-capitalismo republicano, defendendo a solução comercial para todos os conflitos e resolver o problema fiscal com a diminuição da máquina militar. Com um discurso mais libertário que conservador, atrai a juventude. Mas sempre exala uma certa insegurança e fragilidade que não é muito bem vista, e não mostra muita ambição, além de assustar o sentimento militarista dos republicanos.

Seu pudéssemos resumir, Ron Paul tem como valor predominante o discurso neoliberal, Newt Gingrich o discuro neoconservador(supremacista), e Rick Santorum o discurso neoimperialista(Bush, ataque preventivo, expansionismo militar). Sendo o Mitt Romney apenas uma geléia geral e moderada de todos esses valores. Fato é também que as contradições são tantas que os debates parecem uma confusão de acusações quer parecem terminar em um empate em que todos perdem em confiança.

O que impressiona é que todos defendem programas que levaram o país para a crise de 2008 legada por um governo conservador que cortou impostos dos ricos, privatizou serviços públicos e expandiu militarmente o país. Todos defendem em alguma dosagem mais do mesmo. Realmente, o que poderia fazer um conservador nos EUA? Culpar o capitalismo como se está fazendo no Fórum Econômico Mundial e Davos!?

Anúncios

Written by ocommunard

27 de janeiro de 2012 às 15:29

Publicado em Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: