Communard

Políticas, economias e ideologias

Expectativas na corrida presidencial nos EUA

leave a comment »

Os dois candidatos à frente do partido republicano são as grandes esperanças do movimento anti-imperialista mundial. Mitt Romney encarna o expansionismo militar tão autodestrutivo quanto Ron Paul encarna o radicalismo neoliberal na economia americana.

Romney é um candidato mais agradável ao discurso de Obama, pois ele encarna o moderantismo fundamentalista dos Democratas, em uma eleição cujo voto é facultativo, Mitt Romney pode provocar um maciço desinteresse da participação eleitoral republicana, ou por outro lado, terá de radicalizar tanto o seu conservadorismo para animar a participação eleitoral, que se tornará uma torrente de autocontradições favoráveis a re-eleição do primeiro negro presidente nos EUA.

Ron Paul é mais perigoso para Obama, pois seu anti-militarismo toca na ferida das decepções do governo Obama. Obama ficará francamente na defensiva e na melhor das hipóteses vai retirar dele uma série de promessas anti-bélicas que terá que de alguma forma garantir uma credibilidade que ele próprio destruiu. Ron Paul avançaria tanto no eleitorado jovem decepcionado com Obama, quanto no sentimento conservador anti-Obama e sobretudo, desnortearia os democratas. Ron Paul exigiria de Obama uma tática conservadora na única estratégia possível, assustar o eleitorado com o radicalismo de Ron Paul, isto é, repetir o mesmo repertório que foi usado contra ele na eleição em que venceu com ampla margem, o Obama ainda sofreria desgaste de trair seu eleitorado ao apelar para o “medo” ao invés da “esperança”, como o fez na sua histórica eleição.

Mitt Romney pode ou não vencer Obama, mas vencer uma re-eleição de um presidente nunca é fácil. O fato de estar em condições paritárias demonstra uma confortável vantagem para Obama. Já Ron Paul seria com certeza um adversário indesejado, porque não só o venceria facilmente, como ainda demoliria todo capital político “mudancista” ao atacar genuinamente as contradições de Obama.

Santorum é o queridinho da FoxNews e da direita religiosa, mas apesar de tanta propaganda, não anima, não tem carisma nenhum. Newt Grinch, Rick Perry e o ex-pre-candidato Herman Cain não resistiram ao peso de sua biografias. Herman Cain era o ideal, por arrancar o único trunfo que persiste em Obama, ser o primeiro presidente negro dos EUA. Mas parece que há mais serristas com Mitt Romney do que em São Paulo, ao apelarem para denúncias espalhadas no PIG de lá. Percebam que todos os candidatos, exceto Mitt Romney, sofreram maciça campanha midiática negativa?

Pode ser que seja comum que as mídias nos EUA lutem para favorecer os mais moderados, sempre, mas o fato é que o cheque-mate contra Obama sofreu de campanha dentro das elites conservadoras, provavelmente porque temia uma “hegemonia de negros” na política dos EUA.

Rick Perry, verdade seja dita, perdeu unicamente por seu desastroso desempenho nos debates. Tudo indicava que ele seria o melhor conservador por encarnar todas as alas do conservadorismo americano: belicismo, religião e estado mínimo. Mas morreu pela boca.

Se as pesquisas são confiáveis, a aversão ao anti-militarismo de Ron Paul está ganhando sobre a aversão ao moderantismo de Mitt Romney, o que para Obama é um grande alívio. Para o mundo, tanto faz, pois Obama se mostrou ser apenas um discurso mais diplomático sobre as mesmas práticas de Bush que supostamente ele derrotou nas urnas. O pacifismo nos EUA é um ativo eleitoral, apenas eleitoral.

Anúncios

Written by ocommunard

15 de janeiro de 2012 às 12:09

Publicado em Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: