Communard

Políticas, economias e ideologias

CPI da Privataria: cadê o PMDB?

leave a comment »

Sobre o livro-bomba A Privataria Tucana, o escritor e jornalista Amaury Ribeiro Jr declarou que pessoas do PMDB foram chantageadas por Serra para deixar a campanha de Dilma, isso claramente está voltando a acontecer com o caso da CPI da Privataria.

Essa é a hora de vermos para que serviu ao país ter o governo uma base tão ampla. O Brasil exige essa CPI. Presidente Dilma, os demotucanos não titubeiam em lhe atacar a sua pessoa e a sua base, covardemente, cotidianamente, por todos os meios, com calúnias, injúrias e difamações. Tudo que nós, seus eleitores, queremos; é que esse livro fartamente documentado receba o seu apoio para a instalação da CPI e que pressione a sua base para assumir esse compromisso. Queremos a verdade agora, não queremos esperar mais 20 anos para instalarmos uma Comissão da Verdade sobre as privatizações, queremos a CPI e queremos agora!

É tudo o que pedimos depois de tudo que nós e a senhora mesma passamos nas últimas eleições. As eleições mais sujas de todos os tempos, capitaneada pelo o principal acusado no livro em questão. Queremos a justiça, a justiça dos fatos, a justiça da verdade, a justiça sim, sempre. Não perca essa rara oportunidade de nos livrarmos do neoudenismo criminoso que degrada a política brasileira. Não está em jogo pouca coisa, se a sra deixar passar essa oportunidade, a máfia serrista vai redobrar a sua força ao perceber que nem um livro desmascarando seu esquema foi capaz de lhe deter.

O povo brasileiro elegeu um governo com pelo menos 245 deputados federais na base, até agora a CPI teve apenas 172 assinaturas, é suficiente mas é pouco! Até tucano assinou, mas o PMDB, o segundo maior partido da base, continua anônimo. Só com os partidos que se definem ideologicamente de esquerda, da base ou da oposição, já teríamos ao menos 199 assinaturas. Se o governo agir unido e a oposição de esquerda for coerente (apesar da sujeição de Roberto Freire ao Serra), ultrapassaríamos as 300 assinaturas.

Para o Brasil as 200 assinaturas seriam suficiente para garantir tranquilidade, um objetivo que deveria ser fácil e com o empenho de Dilma com certeza se conseguirá, teríamos uma folgada margem de assinaturas que nos garanta a abertura da CPI. Essa é a hora, essa é a oportunidade, a história não perdoa vacilações… não seja um novo Jango.

Depois de 9 anos de suplício, perseguições, golpismos, calúnias, canalhices, injúrias, manipulações, contra-informação, dossiês, invasão de emais, espionagens, etc. As forças progressistas enfim obtiveram uma oportunidade de lavar a sua honra contra os hipócritas moralistas que a perseguiram. O povo que os elegeu exige, vivemos o auge midiático da faxina, agora que a faxina se volta contra eles o governo vai recuar? Senhores, levantem a cabeça e avante, estejam ao menos uma única vez em suas vidas a altura de seus representados!

P.s.: até esse momento apenas metade da bancada petista assinou a CPI, isso é um absurdo ainda maior. O PT tem um compromisso com a população que o elegeu que vai além de seu voluntário bipartidarismo patomínico com o PSDB. Se a máfia serrista sair impune, não é apenas o PT que está ameaçado, é todo o país. Aí sim o PT definitivamente cairá em desgraça, não na patuléia neoudenista, mas entre aqueles que votam e ainda acreditam no Partido dos Trabalhadores.

Anúncios

Written by ocommunard

16 de dezembro de 2011 às 18:35

Publicado em Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: