Communard

Políticas, economias e ideologias

O naziudenismo, uma denuncia…

with one comment

Provocado pelo segundo turno das últimas eleições presidenciais, cresce em São Paulo um movimento reacionário contra o nordeste e os nordestinos cujo deu o ar da ‘desgraça’ com um Twitter: ‘faça um favor a São Paulo. Afogue um nordestino.’. Se observamos seus vestígios na internet, perceberemos que substituindo o termo ‘nordestinos’ por ‘judeus’ teremos a fina flor do discurso nazista. Esse movimento além de insultar e perseguir a nordestinos como seus ‘judeus’, inflama o separatismo e o fundamentalismo. Os culpados de provocar esse incidente político, acredito, todos nós sabemos.

Quando a duas décadas atrás o Nordeste estava sob o julgo do coronelismo do PFL (DEM), nos acusavam de ser a região do atraso, agora que elegemos com uma colossal batalha política contra um poder econômico absurdo, governos progressistas que colocaram o nordeste na liderança do crescimento econômico – continuamos a ser acusado do mesmo atraso por aqueles que elegem um partido que se aliaram aos coronéis (ACM, Jader Barbalho, Agripino Maia, etc) e ao malufismo(Maluf foi o candidato da ditadura contra Tancredo).

Sob o rancor de mídias venais, corruptas (pesquisem por Mensalão da Mídia) e reacionárias que buscam virulentamente desestabilizar o governo federal petista democraticamente eleito, acusam de ‘estupidez’ o nordestino por aprovar um presidente (Lula), o mesmo que foi aprovado em todo o país, inclusive em São Paulo, um presidente que reduziu a miséria, diminuiu a desigualdade, viabilizou altas taxas de crescimento econômico, zerou a dívida externa, reduziu os juros a metade (ainda são altos), foi eleito por várias publicações internacionais como estadista do ano e foi definido pelo presidente americano como o ‘homem mais popular do planeta’. Será que os outros que aprovaram, além dos nordestinos, também não deveriam ser estúpidos?

Porém, a patuléia naziudenista, sob o coro pseudojornalista de publicações como Veja, consideram o maior líder do país FHC, alguém que, a despeito ou não de suas nobres intenções, quebrou o país 3 vezes, privatizou quase todas as riquezas nacionais e que mídias como essa quer a força fazê-lo entrar para a história com inaugurações de 3 apropriações indébitas: plano real (Itamar), Bolsa Escola (Cristóvam Buarque), e até mesmo as privatizações (Collor). Pasmém, cujo o próprio FHC jamais assumiu a paternidade.

A RESPOSTA

A passividade não é resposta. Se você nasceu no nordeste, ou é filho de nordestino, ou mesmo neto de nordestino mas não perdeu os vínculos através de familiares e suas viagens de férias. Ou simplesmente você é contra essa aberração naziudenista. Você é parte dessa resposta.

Primeiramente devemos, jamais, em nenhuma hipótese, comprar qualquer mercadoria de proveniência paulista para que o nosso alto crescimento econômico não financie o naziudenismo. Se for comprar da internet, compre sempre de seu Estado, se não houver ou não compensar, compre de algum outro estado nordestino. Em última alternativa, prefira comprar de qualquer outro Estado aonde não exista qualquer movimento naziudenista, isto é, todos menos São Paulo. Mas em nenhuma hipótese se torne um inconsciente financiador do naziudenismo.

Segundo, se você é nordestino ou filho de nordestino em São Paulo, seja você empresário ou pedreiro, porque vai doar sua riqueza ou trabalho para enriquecer o ódio a você e a sua família? Hoje, o nordeste é a região que mais se desenvolve, estará de braços abertos, junto com seus familiares, para receber você e seu trabalho, suas empresas, seus investimentos, para assim contribuir ainda mais com a vanguarda do crescimento brasileiro.

Terceiro, e mais importante, não consuma, nem leia, nem mesmo visite sites de publicações que incentivaram e provocaram o surgimento do movimento naziudenista. O naziudenismo foi provocado por oligarquias midiática que apoiaram o golpe de 1964 (Civitas, Frias, Marinho, etc), mais do que simplesmente não financiar o nazismo contra seus filhos, evitarão financiar publicações que nunca tiveram qualquer compromisso democrático e que portanto, com seu dinheiro, permanecerão com poder para financiar outras aberrações tais como o golpe de 1964 e o atual movimento naziudenista. E isso vale para todos que valorizam a democracia. Sobretudo, não consuma o pior dos piores: Folha, Estadão, Globo e Veja.

A CAUSA E OS EFEITOS

Suporemos, de modo muito tímido, que nordestinos e seus descendentes não pode ser menos de 1/4 da população paulista. Imagine o impacto de uma emigração em massa de nordestinos, de capital, trabalho e profissionais liberais (muitos nordestinos se transformaram em profissionais liberais em São Paulo). Seria um considerável impacto econômico… Quando o naziudenismo começar a doer no bolso dos paulistas, só aí veremos algum respeito aos nordestinos, só aí veremos alguma movimentação política contra esse dejeto do serrismo. Nossa passividade é paga como novos insultos, perseguições e mortes.

Agora imagine o impacto do fim do consumo da região que mais cresce, que, portanto, aonde o consumo está mais aquecido em todo o país, imagine o grande impacto que isso provocaria nas finanças do naziudenismo. Um naziundenista é alguém economicamente confortável o suficiente para não precisar trabalhar, para poder dedicar integralmente seu tempo a morte, perseguição e insultos contra nordestinos. Saia de lá e force um naziudenista a ocupar sua mente com trabalho.

NÃO ESQUEÇAMOS, NÃO ESQUECEREMOS…

Este poema, sem título, foi feito pelo pastor evangélico alemão Martin Niemoller (1892-1984), preso por Hitler em 1938, durante a ascensão nazista.

“Primeiro eles vieram atrás dos comunistas,
E eu não protestei, porque não era comunista;

Depois, eles vieram pelos socialistas,
e eu não disse nada, porque não era socialista;

Mais tarde, eles vieram atrás dos líderes sindicais,
E eu calei, porque não era líder sindical;

Então foi a vez dos judeus,
E eu permaneci em silêncio porque não era judeu;

Finalmente, vieram me buscar,

E já não havia ninguém para protestar.”

Anúncios

Written by ocommunard

20 de julho de 2011 às 11:40

Publicado em Sem categoria

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. […] conveniências bélicas do livre-arbítrio para saquear o petróleo dos países mulçumanos. Aqui o naziudenismo* elegera os nordestinos como os seus judeus […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: