Communard

Políticas, economias e ideologias

Prévias: Uma Carta Aberta Para as Esquerdas

leave a comment »

Colocar o futuro do país nas mãos de uma sucessão criada por indicação pessoal do presidente e que nunca concorreu a nenhuma eleição? Isso é brincar com o futuro dos trabalhadores. Não temos contra a Dilma qualquer reserva, ainda que tenhamos todas as reservas contra Ciro Gomes, que chegou a se mostrar mais inclinado a ser vice de Aécio do que da Dilma, e que não pensa duas vezes em desmoralizar a esquerda com seus apoios incondicionais ao decadente tucano Tasso Jereissati. Como confiar em alguém que coloca uma relação pessoal acima do futuro políticos dos trabalhadores brasileiros?

O movimento do PT hoje envergonha suas bases sociais e históricas, está mais interessado em estender o horário eleitoral se acasalando incondicionalmente ao PMDB e a reforçar o individualismo apostando no “culto a personalidade” de Lula; do que aproveitar a melhor oportunidade histórica de fazer de 2010 uma grande vitória do campo da esquerda, rompendo com os limites que um governo sem maioria parlamentar provocou ao governo Lula. Nas últimas eleições os trabalhadores brasileiros deixaram claramente sua tendência a esquerda, sua conscientização política, sua adesão as teses socialistas. No entanto, os partidos de esquerdas, sobretudo o PT, ao invés de reforçarem sua ousadia, aprofundarem seu compromisso, se fortalecerem socialmente, se afastam em um processo cada vez mais escancarado de traição política.

A prévia seria a única ferramenta de se conquistar todas as potencialidades do momento que vivemos. Primeiramente, ela serviria para reaproximar e rearticular em um congresso pluripartidário, todo o espectro da esquerda, que vai da esquerda do PMDB(Requião) até a extrema esquerda do PSTU. A função do congresso interpartidário é formar um programa de reforma social e testar com total democracia todos os pretendentes a candidatos. Esse teste é fundamental para por a prova as condições pessoais da representação do bloco de esquerda, para não termos surpresas. A conferência interpartidária da esquerda deve ser claramente um elemento catalizador de um programa e de um candidato.

Seja qual for o pré-candidato que vença as prévias, sairá mais forte. Pois terá a adesão de todos os partidos de esquerda, haverá o reanimamento da militância, haverá o resgate do enraizamento social da esquerda, haverá um programa claro. Não só fortalecerá o combate eleitoral, por ser o candidato mais preparado para o debate; mas sobretudo, oferecerá aos trabalhadores uma proposta concreta de avanços sociais.

As prévias com a participação de todos os partidos de esquerda, além de todos os movimentos sociais, de todas as organizações civis representativas dos trabalhadores manuais, intelectuais, agrários, urbanos, civis, públicos, etc. Toda essa grande representatividade dará ao candidato já um fato político de extrema reelevância ao resultado eleitoral. Seja qual for o candidato, que vencerá por ser o melhor preparado para o debate, para representar o programa de esquerda eleito, por ser o mais representativo das forças sociais, ele já entrará em campanha com toda a legitimidade de uma aclamação de todas as forças sociais progressistas.

Espero realmente que essa carta aberta desse modesto blog possa encontrar alguma ressonância e assim, contribuir para que 2010 não seja um retrocesso, mas uma grande vitória histórica, uma grande revolução democrática social.

Anúncios

Written by ocommunard

1 de janeiro de 2010 às 16:38

Publicado em Ideologia, Política

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: