Communard

Políticas, economias e ideologias

Salário, desenvolvimentismo e comunismo

with 2 comments

O que é o comunismo senão desenvolvimentismo? Ora, se a tese central de O Capital é a de que o desenvolvimento das forças produtivas: 1. realiza a transição para as formas comunistas (concentração, centralização, planificação, internacionalização, etc), 2. acentua a insustentabilidade social(antagonismos) que provoca socialmente a transformação.

Para Marx, o Estado só tem duas possibilidades: ou acelera ou desacelera esse processo. Isto é, ou é desenvolvimentista ou anti-desenvolvimentista. O neoliberalismo, última flor do fáscio, não esconde sua face anti-desenvolvimentista em suas póliticas anti-demanda, recessiva e pró-especulativas. Por outro lado, como é perceptível, cria o cenário de crise que o derruba cedo ou tarde. Portanto, o comunismo, enquanto proposta de governo, é apenas uma autoconsciente política econômica desenvolvimentista.

Em que ponto se diferencia do socialismo? O socialismo se opõe ao liberalismo, enquanto privilegia a igualdade social sobre o progresso. O ponto central está na dicotomia liberalismo econômico vs intervencionismo econômico, ou política economica vs política social. O liberalismo econômico tem, no princípio da auto-regulação prodigiosa do mercado, a privatização como lema, enquanto meio para o progresso. O intervencionismo econômico tem na estatização o meio para a igualdade(social). Ironicamente, somente o socialismo realiza o progresso, ao expandir o mercado interno através da distribuição de renda, e só o progresso(nesse segundo momento) realiza a justiça social, ao promover o emprego e a valorização salarial. E cabe ao liberalismo apenas o papel de promotor do socialismo, ao radicalizar politicamente as camadas baixas e médias da sociedade através de seu fracaço econômico, social e político. Apesar da grande mídia como sua turba de fanáticos visionários da mão invisível. Em suma o liberalismo é uma falácia e o socialismo é um equívoco…

De que modo o comunismo dialoga com ambos? O comunismo dirá que o desenvolvimentismo é, enquanto dinamizador do fortalecimento produtivo, a principal política econômica (progresso) e social (distribuição). Pois o desenvolvimentismo ao reduzir o desemprego, distribui renda enquanto salário, e ao aumentar a demanda acima da oferta no mercado de trabalho, valoriza os salários e pressiona o capital. Marx diz ainda que essa pressão sobre o capital o faz investir em tecnologia, que reduz a dependência da mão de obra reintroduzindo o desemprego, mas por outro lado, baratea o produto, e contribui para a marcha geral do desenvolvimento das forças produtivas: tese central da transição ao comunismo segundo o comunismo. Obviamente uma vez reintroduzida o desemprego por um lado, o Estado permanece aplicando o suas políticas desenvolvimentistas para contra-balancear.

E o salário? A regulação do salário está caduca, se seguido o princípio da justiça social(igualdade social), isto é, o socialismo; e também na perspectiva do desenvolvimentismo, isto é, de uma tendência ao emprego(ao invés do desemprego), e assim evitar uma inflação salarial(a China já tem tal dispositivo). Se deveria estipular um salário máximo fixo, de modo que ele fosse congelado até que representasse uma aceitável multiplicação do valor do salário mínimo que continuaria se valorizando (pois impor de imediato seria inviável), digamos que o salário máximo fosse 3x o saláro mínimo (ou no máximo 5x). Obviamente o salário máximo atingiria sobretudo o alto escalão do funcionalismo público e representantes políticos. Seu aumento dependeria do salário mínimo quando estivesse dentro das margens acima.

O principal dispositivo anti-inflacionário dessa tendencia desenvolvimentista seria proibir um reajuste anual do salario acima da inflacao, mas isso é arbitrário se percebido que há muita desigualdade salarial. O reajuste anual deveria seguir o principio da progressividade como há no imposto (reajuste maior para quem ganha menos e menor para quem ganha mais). Para isso, o reajuste não poderia ser determinado por uma porcentagem, mas por um valor absoluto. Um reajuste de 5% para quem ganha 1 salário é bem menor em valores absolutos(poder de compra) do que para quem ganha 2 salários. Alguem que já ganha mais teria um reajuste maior. Assim, o reajuste deveria ser em valores absolutos, exemplo: aumento de R$ 100. Mas para ser realmente socialmente justo, o principio da progressividade no reajuste deveria se aplicado, de modo que a taxação conferisse valores absolutos maiores para quem ganha menos e menores para quem ganha mais.

Paulo Pain(PT) é exemplo de como a esquerda por desconhecimento pode ser desastrosa. Ele teve a insanidade de promover a desigualdade social ao querer preservar o valor relativo em salários mínimos da aposentadoria. Assim, se o salario mínimo é 500 e ele se aposenta com 1000(2x salarios minimos), se o salario minimo duplica(1000), ele passa a ganhar 2000. Assim, quem ganha a metade que ele ganha tem um reajuste de 500 reais, e este que já ganha o dobro do salário mínimo, já é privilegiado, terá um aumento de 1000. A diferença que era de 500 vai para 1500. Isto é, alta concentração de renda, desigualdade social, Paulo Pain. Será que é desconhecimento ou ele está pensando em sua bela aposentadoria acumulativa de Senador?

O comunismo se caso se quer científico, tem de se reinventar continuamente, isso significa apenas se aproximar dos problemas vigentes e rearticulá-los dentro da análise cientifica da sociedade atual, que podemos encontrar em O Capital de Karl Marx. Uma teoria que se prentende revolucionar permanentemente o mundo, tem de revolucionar permanentemente a si mesma. Ou como diria Sartre: mudar sempre para permanecer o mesmo…

Anúncios

Written by ocommunard

23 de outubro de 2009 às 11:50

Publicado em Economia, Reflexão

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. isso me ajudou a fazer minha pesquisa

    macikelle

    19 de agosto de 2013 at 23:00

    • Fico feliz por ter ajudado, mas esse artigo é apenas levanta algumas hipóteses, aconselho pesquisar uma fonte com maior base empírica… Abraços

      ocommunard

      19 de agosto de 2013 at 23:57


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: