Communard

Políticas, economias e ideologias

Uma nova globalização emerge na crise…

leave a comment »

Com a derrocada do neoliberalismo frente a essa crise, aonde dentro dos santuários neoliberais os pastores estão pregando o que antes era a encarnação do mal: intervenção, regulação e estatização; a globalização começa a se organizar sobre novas bases. A importância da associação internacional para conter a crise mostra como a farra financeira quebrou as barreiras para uma nova organização político-econômica aonde economias nacionais não estão apenas totalmente interdependentes, mas associadas. Quando essa interdependência estava atrelado ao projeto privatista, desregulador e desprotecionista, havia uma falsa identificação imanente entre globalizar e neoliberar, agora, se percebe claramente que bela ironia a dialética da história colocou nas mãos da burguesia. Elas criaram o regime globalizado de planificação econômica ou “instituições macroeconômicas” como prefere a burguesia.

Todos estão lá: OMC, Forum Econômico Mundial, G-7, G20, os blocos econômicos. Todos serviam a causa burguesa neoliberal no momento em que agiam nas fronteiras das economias, fragilizavam a ação da política econômica nacional e a submetia ao mundo sem leis do capital. Agora, com o capital sofrendo de seu próprio mundo sem leis, esses paladinos olham para os lados e percebem que construiram uma grande máquina de macroregulação política econômica internacional, já azeitada com as estatizações que estão realizando a contra-gosto.

Uma nova globalização está surgindo, o socialismo está renascendo das cinzas, e aparentemente, pelas mãos da direita. O velho keynesianismo protecionista é inviável, e isso é bom. A soberania nacional que a muito tempo se enfraquecia e aterrorizava a esquerda, agora se transforma em uma nova soberania internacional acentuada pelos êxistos sociais e econômicos da periferia latino americana que já se adiantou no estancamento e combate da contra-reforma neoliberal. Talvez seja ainda cedo afirmar que a economia tenha alcançado um status internacional inexorável, mas sem dúvidas estamos assistindo um salto nesse processo. Bemvinda será essa nova globalização para os trabalhadores do mundo em sua luta internacionalista secular. Romperam-se os dutos que separam os países gráças a realização da globalização neoliberal, e se romperam os dutos que estancavam o desenvolvimento das forças produtivas gráças a queda da globalização neoliberal.

Uma nova página da história está se escrevendo…

Referência:
http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=15251&alterarHomeAtual=1

Anúncios

Written by ocommunard

16 de outubro de 2008 às 13:24

Publicado em Reflexão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: